News1

Arval está empenhada na transição energética

NOTÍCIAS ARVAL 17 Sep 2021

Arval tem uma clara preocupação em poder oferecer aos seus clientes soluções que os ajudem a fazer a sua transformação energética e que contribuem para uma mobilidade mais sustentável.

João Soromenho, diretor comercial da Arval, explica que, desde 2018, a empresa tem apoiado os clientes na sua transição energética por meio da abordagem SMaRT – Sustainable Mobility and Responsability Targets. Trata-se de uma metodologia consultiva "única e especializada" para apoiar a estratégia dos clientes em termos de transição energética e redução de emissões de CO2 nas suas frotas. No entanto, prossegue o responsável da Arval, ao implementar esta metodologia, os clientes podem encontrar emissões residuais de CO2 que não serão capazes de eliminar a curto prazo. Portanto, a participação em projetos de redução de CO2 torna-se fundamental. "Estes incluem a conservação das florestas, o reflorestamento, a eficiência energética, a energia renovável, os projetos comunitários e a gestão de água e de resíduos. Estes projetos são feitos em parceria com a ClimateSeed e complementa a abordagem SMaRT da Arval oferecendo a possibilidade de contribuir para projetos de redução de carbono com fortes impactos sociais e ambientais", refere.
 

Acordo com a EDP
O responsável da Arval destaca igualmente a parceria estabelecida com a EDP para fornecer a todos os carros eletrificados o cartão de mobilidade elétrica, que permite carregar a sua viatura em qualquer posto de carregamento público. "Em complemento, oferecemos também a possibilidade de incluir no valor do aluguer mensal um carregador para moradias ou condomínios. É uma solução que chamamos ‘as a service’, pois o cliente pode usufruir do aluguer de um carregador, com instalação incluída e assistência técnica gratuita. O aluguer do carregador tem a mesma duração do aluguer da viatura", explica.

É ainda referido que a Arval oferece um curso EcoSafe Driving em cada entrega de uma nova viatura. É a forma de a empresa promover a segurança rodoviária e a diminuição de emissões de CO2.
 

Os estudos que fazem a diferença
Questionado sobre o que distingue a Arval no que toca a viaturas ou frotas ecológicas, João Soromenho responde "uma oferta única no mercado que assenta sobretudo na elaboração de estudos realizados através da metodologia SMaRT e dos mais variados estudos de TCO".

Explicam-nos que esta oferta não se baseia apenas na elaboração de propostas para viaturas BEV e PHEV, mas sim num processo contínuo, cujo objetivo é o de construir uma verdadeira política de viaturas voltada para a transição energética. Recordam-nos que existem vários fatores a ter em conta quando se fala de transição energética, tais como: capacidade de a empresa ter ou não carregadores; quilometragens e prazos dos contratos, rotas dos veículos operacionais que devem estar presentes numa tomada de decisão desta natureza.
 

Frotas ecológicas? Sim
Sobre as vantagens das frotas verdes, João Soromenho recorda que além de reduzir a pegada ambiental e contribuir para a melhoria e conservação do meio ambiente, também contribui para "a melhoria da imagem da empresa que é reconhecida pelas suas boas práticas de responsabilidade social e ambiental".

Simultaneamente, as frotas verdes têm benefícios fiscais na dedução do IVA dos alugueres de viaturas eletrificadas e da eletricidade consumida e os veículos elétricos são isentos de tributação autónoma.
 

Um dos nossos grandes compromissos é a diminuição em 30% das emissões de CO2 na frota que gerimos.João Soromenho,
diretor comercial da Arval

Quanto ao aumento da procura do renting de carros elétricos e híbridos é uma realidade, assistindo-se a uma crescente transformação das frotas dos clientes da Arval de forma a incorporar viaturas elétricas e híbridas, com o objetivo de diminuir a sua pegada ecológica.

Parece por isso inquestionável que os portugueses estão mais sensibilizados para este tema. "Sem dúvida!", assegura João Soromenho. "O renting de carros elétricos tem vindo a tornar-se uma opção cada vez mais popular para particulares e empresas.

Melhorias na tecnologia de baterias, autonomias mais longas e uma rede crescente de pontos de carga públicos significam que o renting de um carro elétrico é mais prático e eficiente do que nunca", afirma o responsável da Arval e prossegue: "Como os carros elétricos não produzem emissões de gases poluentes, têm incentivos fiscais e baixos custos de operação. Por isso, combinando estes fatores, há cada vez mais pessoas e empresas a considerar o renting de um carro elétrico."
 

Objetivos definidos até 2025
Em relação ao futuro da Arval no que diz respeito à mobilidade sustentável, João Soromenho relembra que com as crescentes preocupações com as alterações climáticas, a sustentabilidade "nunca foi tão importante para o setor automóvel e para todos os que se encontram ligados a esse mercado". Por isso, o desafio é ir acompanhando os desenvolvimentos do mercado e garantir que a empresa integra na sua oferta as reais necessidades de mobilidade dos seus clientes.

"Na Arval temos objetivos claros e bem definidos até 2025. Um dos nossos grandes compromissos é a diminuição em 30% das emissões de CO2 na frota que gerimos. Na nossa própria frota interna, o objetivo é ser neutro em emissões carbónicas", revela o responsável.

Leia mais Mostrar menos